segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Resenha: Convergente


Título: Convergente - Divergente #3
Autor: Veronica Roth
Editora: Rocco
Classificação: 
Sinopse: A sociedade baseada em facções, na qual Tris Prior acreditara um dia, desmoronou – destruída pela violência e por disputas de poder, marcada pela perda e pela traição. No poderoso desfecho da trilogia Divergente, de Veronica Roth, a jovem será posta diante de novos desafios e mais uma vez obrigada a fazer escolhas que exigem coragem, fidelidade, sacrifício e amor. 

Trechos: 
"Algumas coisas são difíceis de deixar ir."



"É estranho como uma palavra, uma expressão, uma frase, podem parecer um golpe na cabeça. "

"Ser honesto não significa dizer tudo o que quer, quando quer. Significa que você escolhe dizer o certo. "

"A vida nos danifica, a todos nós. Não há como escapar desse dano. "

"Será que medos desaparecem de fato ou apenas perdem o seu poder sobre nós? "



Resenha:
A sociedade baseada em facções, na qual Tris Prior acreditou um dia, desmoronou e agora eles terão grandes revelações... 
Em Convergente começamos com a revelação de Edith Prior deixando todos surpresos, e várias escolhas no qual terão que decidir daqui para frente.
Mas o livro começa a andar de vez quando Tris e seus companheiros resolvem ir para fora dos muros e descobrir  o que realmente aconteceu.
E é lá que descobrimos tudo o que está por trás da história desde o primeiro livro.
Tudo que eles acreditaram era falso, todos eles são apenas cobaias usadas pelas pessoas de fora.
Tris terá escolhas difíceis pela frente, pois tudo que acreditou desmoronou aos seus pés.
Mas em quem ela deve confiar? Será que  o mundo de lá é tão verdadeiro assim?


Esse foi um livro difícil de resenhar, pois o acontecimentos são quase todos spoilers.
Finalizando a trilogia Divergente diria que esse foi o pior dos três, não pelo final como muitos já sabem o que acontece, a história foi indo em um ritmo  lento o que se tornou cansativa para mim, e também me pareceu que a autora estava cansada e resolveu escrever finalizando tudo de um jeito básico.
Em Convergente  o livro é narrado tanto por Tris e Quatro, mas  o que me decepcionou é que não gostei muito da narrativa do Quatro, ele não era o mesmo personagem de Divergente ( claro que não ia ser, pois aconteceram muitas coisas no decorrer da trilogia que fizeram nossos personagens crescerem) mas achei ele nesse livro um personagem fraco meio sem graça, o que você não vê em Divergente.
A relação de Tris e Quatro também não foi que eu esperava nos decorrer dos livros, não vi aquele amor todo entre eles, é claro que estamos falando de uma distopia e não de um livro romântico, mas achei que foi meio sem sal.
Sou do pessoal que não gostou do final, mas eu entendi o que a autora quis passar.
O livro em si foi bom, a história foi criativa mas acho que faltou um pouco mais empenho da autora para finalizar  a trilogia.




7 comentários

  1. Olá! ..
    Eu quero muitoooo ler esse trilogia! Eu preciso haha *-*
    Amei a resenha. Abraços!!

    livrosesugestoes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oiii Jessica

    Tenho muito "medo" de Convergente. Eu amei Divergente, nao li ainda Insurgente, mas já vi tantas resenhas negativas sobre o final Convergente, que tenho até receio mesmo de ler. O amor de Tris e Tobias no primeiro livro parece tão fofo, é uma pena que a autora não quis manter esse companheirismo e sinceridade entre eles, aquele amor lindo, não tã intenso, mas ainda lindo de acompanhar. Ainda que seja distopia, não há regra que não pudesse ter romance e eu acho que todas nós gostariamos de um amor com mais tempero né?
    Vou ver se arrumo coragem pra terminar essa série...rsrs

    Beijokas

    naprateleiradealice.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
  3. Oi, Jess!

    Concordo com você, esse foi o pior livro de longe! Acho que eu já cheguei a comentar aqui que eu demorei três meses para ler esse livro, né?
    Muito cansativo, enrolado, sem sentido...enfim. Se o final não tivesse sido aquele eu ficaria até triste, sabia? Foi um final muito do merecido! hahahahah

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
  4. Olá, Jessica.
    Estou com a trilogia aqui em casa desde meu aniversário em maio do ano passado e não me animei a ler ainda. Meu sobrinho babaca me contou o final e eu perdi a vontade de ler. Que ruim que o ritmo foi lento, como é o ultimo, espera-se que seja bem dinâmico. mas fazer o que.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Oi Jessica!
    Poxa, qual o problema dessas autoras distópicas? Pra mim a Suzanne Collins também errou feio ao concluir Jogos Vorazes.
    Devido as críticas de Convergente, acabei desanimando de ler a saga. Mas estou curtindo os filmes (onde há bastante Fourtris hahaha).
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  6. Oie Jessica =)

    Ainda não li Convergente, mas sei o que acontece nesse famoso e controverso final. Porém aqui ao contrário do final de Jogos Vorazes eu consigo entender a linha de raciocínio que a autora seguiu.
    Vou ler Convergente mais próximo da estreia do filme, mas confesso que não tenho nenhuma expectativa em relação a leitura.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  7. Oie,
    Essa vai ser uma das minhas próximas leituras, estou bem receosa pois já peguei spoiler do que acontecerá e não gostei nadinha do que soube. Enfim, espero não ficar muito decepcionada com esse livro, pois AMEI Divergente, queria tanto que a autora mantivesse o nível.

    Abraços,
    Andy - http://www.starbooks.com.br

    ResponderExcluir

Desenvolvido por: Adorável Design Editado por: RM Design

imagem-logo