sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Resenha: Cinder & Ella


Título: Cinder & Ella
Autor: Kelly Oram
Editora:  Bluefields (EUA)
Classificação:
Sinopse: Tem sido quase um ano desde seus dezoito anos de idade, Ellamara Rodriguez sofreu um grave acidente de carro que a deixou incapacitada, com cicatrizes, e sem uma mãe. Após uma recuperação muito difícil, ela foi obrigada a ir para o outro lado do país e ficar com um pai que a abandonou quando ela era uma criança. Mas se Ella quer escapar de seu novo pai em casa e sua nova família adotiva horrível, ela deve convencer os médicos de que ela é capaz, tanto fisicamente como emocionalmente, de viver sozinha. O problema é que ela ainda não está pronta. 
A única maneira que ela pode pensar em começar  é reconectando-se com a única pessoa no mundo que significou algo para ela: Seu melhor amigo anônimo de internet Cinder.
Sensação de Hollywood Brian Oliver tem uma reputação de ser um cara problemático. Há uma grande expectativa em torno de sua atuação em seu próximo filme O Príncipe Druida, mas a sua equipe de gestão diz que ele não vai fazer a transição de Ídolo teen a um sério Ator de lista A, ao menos que possa provar que  deixou os seus dias de festas para trás e se tornou um adulto maduro. A fim de extinguir as chamas de sua reputação de garoto problema, sua equipe encena um noivado falso para ele sua co-estrela Kaylee. Brian não está feliz com o acordo e com sua prometida, mas decide aceitar, se isso significa que ele pode obter uma indicação ao Oscar.  Mas em seguida, um e-mail surpresa de uma velha amiga de Internet muda tudo.

Trechos: 
"Ele ama os livros tanto como eu..."

"Divertido, rico, sexy, seguro e amante dos livros. Definitivamente não é o meu tipo. Não. Certeza."

sábado, 19 de setembro de 2015

Tag - Amantes de livros

Olá a todos,
Resolvi hoje fazer a tag: Amantes de livros criada pelo blog Diário da Mãe e da Filha,  a tag é baseada em algumas perguntas e não precisa necessariamente indicar ninguém ou um número de pessoas. Vamos a tag:


Livro que está lendo no momento: Almanova - Jodi Meadows
Último livro que leu: Encruzilhada - Kasie West
Escritora preferida: Meg Cabot
Escritor preferido: David Levithan
Para você, um livro perfeito... é aquele livro me que faz viajar sem sair do lugar, aquele livro que me faz suspirar e se surpreender e principalmente desejar que nunca tenha um fim.
Um livro que merece ser lido várias vezes: Maybe Someday - Collen Hoover
Uma história de amor: Beleza Perdida - Amy Harmon
Um guia de viagem: O Livro da Viagem
Um livro que poderia ter sido melhor: A Herdeira - Kiera Cass
Um livro que te fez chorar: Cinder & Ella - Kelly Oram
Livro mais rápido de ler: Noite de Bolo e Marionetes

Não irei indicar ninguém, mas fiquem a vontade para fazerem a tag se vocês gostaram.
Deixe sua opinião sobre  o que achou :)


segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Resenha: Convergente


Título: Convergente - Divergente #3
Autor: Veronica Roth
Editora: Rocco
Classificação: 
Sinopse: A sociedade baseada em facções, na qual Tris Prior acreditara um dia, desmoronou – destruída pela violência e por disputas de poder, marcada pela perda e pela traição. No poderoso desfecho da trilogia Divergente, de Veronica Roth, a jovem será posta diante de novos desafios e mais uma vez obrigada a fazer escolhas que exigem coragem, fidelidade, sacrifício e amor. 

Trechos: 
"Algumas coisas são difíceis de deixar ir."



"É estranho como uma palavra, uma expressão, uma frase, podem parecer um golpe na cabeça. "

"Ser honesto não significa dizer tudo o que quer, quando quer. Significa que você escolhe dizer o certo. "

"A vida nos danifica, a todos nós. Não há como escapar desse dano. "

"Será que medos desaparecem de fato ou apenas perdem o seu poder sobre nós? "

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Trechos da Semana #8 - A Menina Mais Fria de Coldtown


Oi Gente,
Essa semana trago trechos do livro A Menina Mais Fria de Coldtown da autora Holly Black, eu particularmente gostei bastante do livro e achei trechos bem interessantes.

"Todo herói é o vilão de sua própria história."

"Ela não queria crescer,e, ainda assim, não havia uma única coisa que pudesse fazer para impedir isso."

"Porém, se uma pessoa não acredita em monstros, então, como seria capaz de manter a gente a salvo deles?"



"Ele se agarraria a vingança. Seria seu conto de fadas, sua canção de ninar, cantada suavemente por lábios esfolados."

“Ela havia gritado, gritos agudos, chamando a mãe, contudo a mãe já estava lá. A mãe era o monstro.”

”Você é mais perigosa que o nascer do sol.”


"Porque o vilão sabe que, sem o herói para odiar, sua vida será vazia. Uma vez que ele tenha matado o adversário, estará sozinho."

domingo, 6 de setembro de 2015

Resenha - A Joia


Título: A Joia - A Cidade Solitária #1
Autor: Amy Ewing
Editora: Fantasy (LeYa)
Classificação: 
Sinopse: Joias significam riqueza, são sinônimo de encanto. A Joia é a própria realeza. Para garotas como Violet, no entanto, a Joia quer dizer uma vida de servidão. Violet nasceu e cresceu no Pântano, um dos cinco círculos da Cidade Solitária. Por ser fértil, Violet é especial, tendo sido separada de sua família ainda criança para ser treinada durante anos a fim de servir aos membros da realeza. Agora, aos dezesseis anos, ela finalmente partirá para a Joia, onde iniciará sua vida como substituta. Mas, aos poucos, Violet descobrirá a crueldade por trás de toda a beleza reluzente - e terá que lutar por sua própria sobrevivência. Quando uma improvável amizade oferece a Violet uma saída que ela jamais achou ser possível, ela irá se agarrar à esperança de uma vida melhor. Mas uma linda e intensa paixão pode colocar tudo em risco! 

Trechos:  " Amo o nascer do sol, mais ainda que o pôr do sol.Tem algo de animador em ver o mundo ganhar vida em mil cores. Me dá esperança."

"- A seguir, senhoras, temos o lote 197. Lote 197, por favor em seu lugar. ( ... )
Vejo um X prateado no meio do palco circular. Meus joelhos tremem quando me aproximo dele, e esta caminhada é, sem dúvida, a mais longa de todas as que já fiz hoje. "

"Esperança é algo precioso, não é? No entanto, não damos a ela o devido valor até que a perdemos." 

" O Desconhecido se abre diante de mim como uma grande folha de papel em branco."


"Nossos olhos se encontram, cruzo os dois dedos da mão direita e os coloco sobre o coração, o símbolo de respeito das substitutas do Portão Sul e um sinal de que, independente do que acontecer, eu nunca a esquecerei."

" É difícil se lembrar de quem você é quando está o tempo todo tentando fingir ser alguém que não é."

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Bienal do Livro Rio 2015


Olá gente,
Bom como vocês já sabem a Bienal do Livro Rio começa hoje dia 3 e vai até o dia 13 (Domingo). As editoras não perderam tempo e já postaram algumas fotos dos estandes maravilhosos nas redes sociais, vamos conferir?